A importância da Luminotécnica

Por Marilda Menezes

Arquiteta e diretora da ArqLuz

Não podemos prescindir da luz para o processo da visão e para a relação do homem com o espaço que ele vive. Primeira referência para o homem é a luz natural, o sol que é nossa importante fonte de luz. Com a criação da luz artificial, os espaços construídos começaram a ser iluminados pela luz projetada, trazendo melhorias para qualidade de vida, alterando os hábitos de trabalho e na vida doméstica.

Existe uma relação entre arquitetura e a luz. A nossa percepção espacial das formas e volumes, das cores e texturas são evidenciadas pela luz, elemento que muda a atmosfera do espaço.

A luz além de embelezar, comunica e emociona. Cria sensações que alteraram o estado psicológico do individuo. Deve ser projetada para atender as necessidades de quem desfrutará o ambiente, considerando a função para a qual o espaço foi projetado, proporcionando também a apreciação estética do mesmo.

Projetada corretamente, proporciona conforto visual, aumento da produtividade e bem estar. Quando temos condições de desenvolver as tarefas visuais com acuidade e precisão visual com menor esforço possível, com segurança e sem comprometimento da visão, alcançamos um conforto visual que eleva nosso nível de bem estar.

A luz além de embelezar,
comunica e emociona.

A arquitetura se modernizou e as necessidades com relação a iluminação foram além de um ponto central no ambiente. Atualmente o projeto luminotécnico , quando possível, deve anteceder ao projeto elétrico e devem atender a funcionalidade do espaço e a valorização estética da edificação ou ambiente.

Para elaboração de um projeto de iluminação, partindo inicialmente da compreensão da importância da luz, é necessário o conhecimento dos conceitos luminotécnicos e seguir etapas que compõe o projeto e sua execução.

A primeira etapa é compreensão do nosso objeto de trabalho, o projeto arquitetônico e os espaços interiores e exteriores.

É necessário o alinhamento com o autor do projeto para o conhecimento detalhado das características físicas e funcionais de cada espaço ( layout) , materiais a serem utilizados, cores , tipos de forro, alturas de pé direito (entre outros ) e sua expectativa de iluminação para o projeto sempre com o foco em atender as necessidades e condições do cliente.

Definido os objetivos da iluminação e os efeitos desejados em função da demanda de cada espaço e de seus usuários, seguimos para a etapa de definição dos equipamentos de iluminação (luminárias, lâmpadas, sistemas, acessórios, controle de automação ) e outros novos elementos inseridos pela nova tecnologia de LED.

Para a escolha dos equipamentos de iluminação, é necessário avaliação das características técnicas e eficácia do produto. Potências, fluxo luminoso, ângulo de dos fachos de luz, temperatura de cor, IRC, controle de ofuscamento , são itens que devem ser analisados e definidos.

Com o sistema de iluminação selecionado conforme a demanda luminotécnica do ambiente, considerando todas as características do projeto, é definido a quantidade desses equipamentos. Estes devem ser avaliadas por softwares específicos, principalmente se a área iluminada tem exigências maiores para os níveis ideais de iluminação.

A próxima etapa é a distribuição dos equipamentos em cada ambiente. As soluções deverão ser avaliadas e ajustadas para atender os efeitos e resultados desejados. Havendo possibilidade, é importante o acompanhamento da instalação e a avaliação do resultado em conjunto com o autor do projeto e o cliente. É importante que o arquiteto, o design de interior esclareça para seu cliente da importância do projeto luminotécnico e que a luz é fundamental para seu bem estar e para o resultado final do projeto.

Existem os conceitos para iluminar, que são
importantes para a excelência dos resultados técnicos, porém não podemos esquecer que a luz que cria sombras e define as formas também é arte.

Portanto temos liberdade para criar e transformar através da luz.

“A arquitetura é o jogo sábio, correto e magnífico dos volumes reunidos sob a luz.”

Le Corbusier

Nosso Instagram